O que acontece num aborto farmacologico?

  Share


O aborto farmacológico induz um processo semelhante a aborto espontãneo. A Organização Mundial de Saúde (OMS) recomenda o uso combinado  de Mifepristona e Misoprostol1 por causa da sua maior eficácia e por produzir menos efeitos secundários. Quando o acesso à Mifepristona é restrito ou impossível, o método alternativo mais seguro é o uso do misoprostol sozinho.

  • Mifepristona e Misoprostol – A mifepristone bloqueia os receptores de progesterona, um hormônio necessário para manter a gravidez. Ela também torna o útero mais receptivo ao misoprostol. O Misoprostol provoca contrações uterinas, resultando na expulsão dos produtos da gravidez, coágulos e sangue 2. Esta combinação é 98% eficaz.
  • Misoprostol sozinho – o misoprostol faz com que o colo do útero amoleça e que o utero contraia, resultando na expulsão da gravidez, coágulos e sangue. Quando o misoprostol é usado sozinho ele é menos eficaz (84%) 12 do que quando usado em combinação com a mifepristona e para além disso a quantidade de medicamento necessária é maior. Mesmo assim esta continua a ser uma alternativa muito segura para mulheres que não tem acesso à Mifepristona3.